43º ANIVERSÁRIO DO SNTCT

CARTAZ43 reduzido

Há 43 anos atrás, poucos dias após a Revolução de 25 de Abril de 1974, a Revolução dos Cravos, os trabalhadores dos Correios e Telecomunicações conseguiram cumprir o sonho da criação do seu Sindicato, criaram o SNTCT.

Hoje, 43 anos depois, ainda faltam cumprir muitos do ideais de Abril e da Constituição da República que dele saiu, nomeadamente no que concerne à valorização do trabalho, aos diretos sociais, e à valorização integral dos portugueses e das portuguesas quer no plano individual quer no plano colectivo.

No plano das empresas do Sector das Comunicações, Telecomunicações e Actividades Afins, ainda muito há para conseguir no plano da contratação colectiva e dos direitos dos trabalhadores e, muito luta nos aguarda para defender tudo aquilo que conquistámos nestes 43 anos e que tantos ataques tem sofrido.

Deixarmos aqui uma calorosa saudação a todos os homens e todas as mulheres que ao longo deste tempo ajudaram a construir o SNTCT com a sua dedicação, empenho e militância. Nós vos saudamos!

E, para terminarmos esta breves palavras, nada melhor que fazê-lo com o lema que nos tem guiado desde há muito tempo,

SNTCT – A força de continuarmos juntos!

Viva o SNTCT!

2006/09/13 – Notícia DiarioEconomico.com

"Governo fixa meta de 17 M€ para lucro líquido dos CTT em 2006
O Governo fixou em 17 milhões de euros (M€) a meta para o lucro líquido dos CTT-Correios de Portugal para o ano de 2006, face a 17,3 M€ em 2005, no âmbito do acordo de gestão por objectivos, disse Paulo Campos, secretário de Estado-Adjunto das Obras Públicas e Comunicações.
DE com Reuters"
Para ler a notícia na integra abra o ficheiro PDF anexo.

Documento PDF

2006/09/05 – Notícia do “Bralavento Online” de 5 de Setembro de 2006

"Baixas Médicas fraudulentas provocam indignação de Macário Correia
O presidente da Câmara de Tavira Macário correia está revoltado com a sistemática apresentação de baixas fraudulentas, prática que alegadamente tem sido seguida por funcionários da autarquia e dos CTT de Tavira.

Filipe antunes"

O SNTCT transmitiu de imediato ao CA dos CTT uma cópia desta notícia e exigiu do mesmo o completo esclarecimento da situação bem como o desagravo público dos trabalhadores CTT de Tavira.

2006/08/23 – Notícia do “Dinheiro Virtual” de 23 de Agosto de 2006

Operadores virtuais dão «primeiros passos» em Portugal

Os operadores móveis virtuais, empresas que fornecem serviços de telemóvel e habitualmente se designam por MVNO, estão a dar os primeiros passos em Portugal, onde há já acordos para duas operações na sua versão mais simples, ambas assentes na rede da Optimus. Existem na Europa desde 1999, «mas o seu sucesso tem sido até agora relativamente limitado», refere o jornal Público na edição de segunda-feira.
1 2 3 4