COMUNICADO CONJUNTO SOBRE ALTICE/ACS

LUTA EM DEFESA DOS PLANOS DE SAÚDE DA ACS CONTINUA EM CRESCENTE
GRANDE PLENÁRIO/CONCENTRAÇÃO EM SETÚBAL
VÁRIOS OUTROS SE SEGUIRÃO

Abrir aqui o comunicado em PDF » » » Comunicado Frente Sindical 18-04-2022 – concentracão

Já muito se escreveu e muito mais se vai escrever em relação ao “brutal ataque” que a Altice preparou aos 3 Planos de Saúde.
É um ataque sem precedentes em relação a uma matéria que, pelo que representa para os Beneficiários, que para a sua sustentação também pagam a sua quota, devia merecer o respeito e solidariedade da Gestão da Altice Portugal, mas o seu apego a tudo o que seja “sacar” dinheiro aos trabalhadores (neste caso Beneficiários da ACS) para encher os cofres dos patrões, é mais forte que tudo.
Num período em que passados quase dois anos da inesperada chegada da COVID-19, que em termos gerais acarretou mais gastos para os Beneficiários, a Gestão da Altice Portugal, decidiu inesperada e injustificadamente, preparar um ataque sem precedentes aos 3 Planos de Saúde.
Ninguém tem dúvidas que o ADN da Altice, é “sacar” tudo o que puder aos cada vez mais fracos recursos dos trabalhadores e Beneficiários dos Planos de Saúde.
Mas também está no ADN dos Sindicatos que constituem a Frente Sindical, organizar os trabalhadores para a luta sem tréguas contra os seus inimigos de classe.
E está no ADN dos trabalhadores responderem aos apelos sindicais para a luta na defesa dos seus direitos.
Foi isso que aconteceu no dia 7 de Abril no Plenário/Concentração realizado frente ao Edifício das Picoas, foi assim que aconteceu no dia 13 passado, frente ao Edifício da MEO em Setúbal e é assim que vai acontecer nos diversos Plenários/Concentrações que irão ser realizados durante os meses de Abril e Maio.
Não vamos permitir que o “brutal ataque” contra a ACS se concretize.
Os mais de 6 anos que passaram depois que a Altice desgraçadamente comprou a PT-C, têm sido os piores tempos de sempre para os trabalhadores, com ataques a todos os seus direitos desferidos nas mais diversas vertentes, tendo chegado ao cúmulo do vergonhoso e imoral “Despedimento Colectivo” e agora já nem os Planos de Saúde escampam à “gula sem limites” de “veia arrebatadora” de mais e sempre mais para os cofres dos patrões.
A Luta assumirá as proporções em cada momento julgadas necessárias, até que a Gestão da Altice perceba que tem que desistir deste “brutal ataque” aos 3 Planos de Saúde, porque estes já foram destruídos em muito mais do que deviam ter sido.

EM DEFESA DOS 3 PLANOS DE SAÚDE DA ACS.
A LUTA CONTINUA, NA EMPRESA E NA RUA.

Foto do grandioso Plenário/Concentração em Setúbal

SINTTAV – SNTCT – STT – FE – SINQUADROS

________________________________________________________________________

REUNIÃO COM A EMPRESA

Ex-CEO + Actual CEO da Altice Portugal = Calvário para os trabalhadores e beneficiários da ACS

A NOVA CEO, HERDOU A ARROGÂNCIA, DO ANTIGO CEO

A FRENTE SINDICAL NÃO SE CURVA PERANTE A PREPOTÊNCIA DA CEO E DA SUA ADM
FACTOS.

Às 16 horas do dia de 13, teve lugar uma reunião, envolvendo todos os sindicatos, nomeadamente os da Frente Sindical, com a actual CEO, Dra. Ana Figueiredo, porquanto os sindicatos na reunião do passado dia 30 de Março, tinham transmitido aos representantes da empresa, que suspendiam a participação nas reuniões até que a CEO reunisse com estes.

Ao longo da reunião, a CEO contestou todos os argumentos que as estruturas sindicais defenderam, afirmando mais que uma vez, que tinha toda a confiança na sua equipa e que dispunha de informação que já tinham justificado a necessidade de rever os Planos de Saúde.

Mas não era esse o tema que estava em discussão, porque os Sindicatos de Frente Sindical não se preocuparam, nem preocupam com a confiança que o ex-CEO ou a actual CEO tenham nas suas equipas.

Para a Frente Sindical, o que está em causa, é o “brutal ataque” que a Altice pretende desferir contra os Plano de Saúde e contra isso vão lutar, porque não querem que tal se concretize.

TRAPALHADA.

A reunião terminou numa trapalhada, indiciando de que se a CEO não quiser ver a razão que assiste aos beneficiários dos 3 Planos de Saúde, irá ser confrontada com a luta dentro da empresa.

ARROGÂNCIA.

Nesta primeira reunião, foi evidente a tendência da nova CEO para a arrogância, mas se ela pensa que ainda está na República Dominicana, ela está em Portugal e a Frente Sindical não aceita imposições e muito menos a lei da rolha.

Os Sindicatos da Frente Sindical, têm informações do que foi o legado da Dra. Ana Figueiredo na República Dominicana, mas em Portugal será muito diferente, porque aqui existem regras, respeito, contratação colectiva, tudo isto faz parte do Diálogo Social.

PLENÁRIOS

Estão calendarizados vários plenários a decorrer nas capitais de Distrito junto aos edifícios da MEO, só com uma grande envolvente e participação seremos capazes de obrigar esta Governance a alterar a sua posição.

PERDEMOS A DANIELA

ESTAMOS MAIS POBRES

MARIA DANIELA VIEIRA CARDOSO

FUNCIONÁRIA DO SNTCT

FALECEU

7-2-1957 – 17-04-2022

Foi com consternação que ontem nos chegou a notícia; a partida da Daniela, a nossa Daniela, funcionária do SNTCT desde 1 de Junho de 1976.

Faleceu ontem pela manhã não tendo conseguido vencer a batalha contra a doença que a vinha a assolar nos últimos dois anos.

Funcionária Administrativa desde sempre no apoio aos Advogados do SNTCT, a Daniela foi durante todos estes  anos o elo de ligação dos associados do SNTCT ao Gabinete Jurídico, função que exerceu sempre com um profissionalismo e dedicação a toda a prova.

Pelas sua mãos passaram os milhares e milhares de processos, de ordem disciplinar ou não, que ocorreram desde 1976. A Direcção Nacional do SNTCT que se fará representar nas cerimónia funebres já apresentou, em seu nome e de todos os associados do SNTCT, quer no activo quer aposentados/reformados, as mais sentidas condolências à família da Daniela.

Fica-nos a saudade, a gratidão e a memória de quem sempre aqui esteve, ao nosso lado, nos dias bons e nos menos bons pelos quais passámos nas últimas quase cinco décadas.

Até sempre Daniela.

A Direcção Nacional do SNTCT

 

Nota: A esta hora ainda esperamos que a família nos diga quais os pormenores relativos às cerimónias fúnebres. Logo que posível deixaremos aqui nota.

 

COMUNICADO COMUM ALTICE/ACS – Abril 2022

EM DEFESA DOS PLANOS DE SAÚDE DA ALTICE/ACS

OS TRABALHADORES/BENEFICIÁRIOS

SAÍRAM À RUA EM DEFESA DOS SEUS DIREITOS

E PELA MANUTENÇÃO DOS MESMOS

PLENÁRIO/CONCENTRAÇÃO FRENTE ÀS PICOAS

Abre aqui o comunicado em PDF » » » Comunicado Frente Sindical 07-04-2022 – concentracão plano de saúde

No dia 7 de Abril os trabalhadores/beneficiários concentraram-se à porta da sede da empresa, respondendo à chamada da Frente Sindical para mais uma luta, porque só com o empenho e determinação de todos é possível travar este ataque sem precedentes.

Os trabalhadores e beneficiários sabem que os sindicatos da Frente Sindical (SINTTAV, SNTCT, STT, Federação dos Engenheiros e Sinquadros), estão sempre na linha da frente da defesa dos seus direitos, não abdicam da luta que é indispensável.

Nesta concentração ficou assumido que a Frente Sindical vai levar a efeito um grande conjunto de acções, que se traduzem em:

PLENÁRIOS/CONCENTRAÇÕES EM FRENTE AOS EDIFÍCIOS DA EMPRESA, PORQUE A MENSAGEM TEM QUE PASSAR PARA TODOS, INCLUINDO A POPULAÇÃO.

Além da Frente Sindical, a Fectrans, USL e a Comissão Executiva da CGTP todos estiveram presentes nesta nova luta contra a destruição dos planos de saúde.

A ALTICE CONTINUA COM O IMPIEDOSO ATAQUE AOS DIREITOS DOS TRABALHADORES
OS DONOS DA ALTICE PREPARAM UM BRUTAL ATAQUE SEM PRECEDENTES À ALTICE-CUIDADOS DE SAÚDE

A ACS, É UM SUB-SISTEMA DE SAÚDE SOLIDÁRIO, PARA O QUAL OS BENEFICIÁRIOS PAGAM A SUA QUOTA E QUE NÃO É PEQUENA.
NÃO PODE SERVIR PARA ENCHER MAIS OS COFRES DOS PATRÕES.

A LUTA VAI CONTINUAR NA ALTICE E NA RUA

COMUNICADO SNTCT CALL CENTERS 3-2022

 Manifestações

25 Abril e 1º Maio

 

Abre aqui op comunicado em PDF » » » SNTCT CALL CENTERS 3 2022

 

Convidamos todos os trabalhadores a participarem nas concentrações/desfiles que irão ter lugar em todo o país:

  • Por 90Euros de aumento dos salários;
  • Pelas 35 Horas de trabalho semanal;
  • Pelo combate aos aumentos do custo de vida e á especulação;
  • Posto de trabalho permanente = vinculo efetivo nas operadoras.

“SOMOS A VOZ DAS EMPRESAS”

A LUTA CONTINUA

Página Web: www.sntct.pt

Email: sntct@sntct.pt

Facebook: www.facebook.com/sntct

Instagram: www.instagram.com/sntct7

Twitter: https://twitter.com/SNTCT

SINDICALIZA-TE NO SNTCT

SNTCTa força de continuarmos juntos!

COMUNICADO SNTCT CALL CENTERS 2-2022

CALL CENTERS

GREVE

15, 17 e 25 Abril 2022

1 Maio 2022

 

Abre aqui o comunicado em PDF » » » SNTCT CALL CENTERS 2-2022

 

Considerando que:

  • Os dias trabalhados aos feriados não são pagos de acordo com a Lei;
  • As empresas recusam-se a discutir escalas de fim-de-semana e feriados;
  • As empresas não querem discutir aumentos salariais;
  • As empresas não querem discutir a redução dos horários de trabalho para as 35 horas, sem redução dos vencimentos.

Colocado pré-aviso de Greve na:

INTELCIA – MANPOWER – TUTELA –

RANDSTAD – RH-MAIS – VERTENTE HUMANA

 

 “SOMOS A VOZ DAS EMPRESAS”

A LUTA CONTINUA

Página Web: www.sntct.pt  – Email: sntct@sntct.pt  – Facebook: www.facebook.com/sntct

Instagram: www.instagram.com/sntct7  – Twitter: https://twitter.com/SNTCT

SINDICALIZA-TE NO SNTCT

SNTCTa força de continuarmos juntos!

COMUNICADO SNTCT ASSEMBÇLEIA GERAL 2-2022

ASSEMBLEIA GERAL DE APOSENTADOS DO SNTCT

7 de Maio de 2022

em

GUARDA

CONVOCATÓRIA

Abre aqui o comunicado em PDF » » » 2022-02 ASSEMBLEIA GERAL APOSENTADOS DO SNTCT

Nos termos do Artigo 72.º dos Estatutos do SNTCT, publicados no BTE, 1.ª S, nº 4 de 29 de Janeiro de 2007 e das alterações introduzidas e publicadas no BTE, 1ª Série, nº 21 de 8 de Junho de 2015 bem como dos regulamentos que lhe são anexos, convoco os associados aposentados do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações a reunir em Assembleia Geral de Aposentados, em primeira convocatória, no dia 7 de Maio de 2022, pelas 14 horas, na Sala da NERGA – Núcleo Empresarial da Região da Guarda, Parque Industrial, Lote 37, 6300-625 Guarda, com a seguinte ordem de trabalhos:

  1. Discussão e deliberação sobre o Relatório de Actividades da Comissão Nacional de Aposentados do SNTCT de 2021;
  2. Discussão e deliberação sobre o Plano de Actividades da Comissão Nacional de Aposentados do SNTCT para 2022;
  3. Diversos.

Não estando presentes a maioria legal dos associados aposentados do SNTCT à hora indicada, ficam os associados aposentados convocados a reunir em Assembleia Geral de Aposentados do SNTCT meia hora depois, em segunda e última convocatória, no mesmo local e com a mesma ordem de trabalhos, funcionando a Assembleia Geral de Aposentados do SNTCT com qualquer número de associados presentes.

Nota: Ainda devido à necessidade de observarmos todas as medidas de protecção definidas no combate à Pandemia provocada pelo Covid-19, os associados que participarem nesta Assembleia devem vir munidos de máscara de protecção e respeitarem rigorosamente a organização de lugares pré-estabelecida na sala onde a mesma terá lugar.

Lisboa, 7 de Abril de 2022

                                                                      O Presidente

                                                   da Mesa da Assembleia Geral do SNTCT

                                                           António José Gouveia Duarte

________________________________________________________________________

NERGA – Núcleo Empresarial da Região da Guarda

(Auditório)

Parque Industrial, Lote 37

6300-625 Guarda

PARTICIPA!

Iremos organizar transportes em autocarro de aluguer (de que comparticiparemos 80% do custo) a partir das diversas regiões onde o número de interessados o justifique. Abriremos antecipadamente as inscrições para o efeito.

Atenção: Onde pelo número de inscritos não se justificar o aluguer de um autocarro qualquer outro tipo de comparticipação nas despesas de deslocação será analisada caso a caso mas, sempre, tratado antecipadamente sem o que não haverá comparticipação.

ATENÇÃO – MUITO IMPORTANTE

MEDIDAS PROTECÇÃO COVID-19

Ainda devido à necessidade de observarmos todas as medidas de protecção definidas no combate à Pandemia provocada pelo Covid-19, os associados que participarem nesta Assembleia devem vir munidos de máscara de protecção e respeitarem rigorosamente a organização de lugares pré-estabelecida na sala onde a mesma terá lugar.

SNTCT – a força de continuarmos juntos!

www.sntct.pt

www.facebook.com/sntctwww.instagram.com/sntct7 –  https://twitter.com/SNTCT

COMUNICADO SNTCT MESA DA ASSEMBLEIA GERAL 1-2022

ASSEMBLEIA GERAL DO SNTCT

7 de Maio de 2022

em

GUARDA

CONVOCATÓRIA

 

Abre aqui o comunicado em PDF » » » 2022_01 SNTCT MESA DA ASSEMBLEIA GERAL

Nos termos dos Artigos 54.º, 55.º alínea J, 56.º Ponto 1.º, 57.º e 58.º dos Estatutos do SNTCT, publicados no BTE, 1.ª S, nº 4 de 29 de Janeiro de 2007 e das alterações introduzidas e publicadas no BTE, 1ª Série, nº 21 de 8 de Junho de 2015, bem como do Regulamento da Assembleia Geral que lhe é anexo, convoco os associados do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações a reunir em Assembleia Geral, em primeira convocatória, no dia 7 de Maio de 2022, pelas 14 horas, no Auditório da NERGA – Núcleo Empresarial da Região da Guarda, Parque Industrial, Lote 37, 6300-625 Guarda, com a seguinte ordem de trabalhos:

  1. Discussão e deliberação sobre o Relatório de Actividades e as Contas de 2021;
  2. Discussão e deliberação sobre o Plano de Actividades e o Orçamento para 2022;
  3.  Diversos

Não estando presentes a maioria legal dos associados à hora indicada, ficam os associados convocados a reunir em Assembleia Geral meia hora depois, em segunda e última convocatória, no mesmo local e com a mesma ordem de trabalhos, funcionando a Assembleia Geral com qualquer número de associados presentes.

Nota: Ainda devido à necessidade de observarmos todas as medidas de protecção definidas no combate à Pandemia provocada pelo Covid-19, os associados que participarem nesta Assembleia devem vir munidos de máscara de protecção e respeitarem rigorosamente a organização de lugares pré-estabelecida na sala onde a mesma terá lugar.

Lisboa, 7 de Abril de 2022

                                                                      O Presidente

                                                   da Mesa da Assembleia Geral do SNTCT

                                                           António José Gouveia Duarte

________________________________________________________________________

NERGA – Núcleo Empresarial da Região da Guarda

(Auditório)

Parque Industrial, Lote 37

6300-625 Guarda

PARTICIPA!

Iremos organizar transportes em autocarro de aluguer (de que comparticiparemos 80% do custo) a partir das diversas regiões onde o número de interessados o justifique. Abriremos antecipadamente as inscrições para o efeito.

Atenção: Onde pelo número de inscritos não se justificar o aluguer de um autocarro qualquer outro tipo de comparticipação nas despesas de deslocação será analisada caso a caso mas, sempre, tratado antecipadamente sem o que não haverá comparticipação.

ATENÇÃO – MUITO IMPORTANTE

MEDIDAS PROTECÇÃO COVID-19

Ainda devido à necessidade de observarmos todas as medidas de protecção definidas no combate à Pandemia provocada pelo Covid-19, os associados que participarem nesta Assembleia devem vir munidos de máscara de protecção e respeitarem rigorosamente a organização de lugares pré-estabelecida na sala onde a mesma terá lugar.

SNTCT – a força de continuarmos juntos!

www.sntct.pt

www.facebook.com/sntctwww.instagram.com/sntct7 –  https://twitter.com/SNTCT

COMUNICADO CONJUNTO ALTICE ACS – Março 2022

QUEREM GUERRA?

GUERRA IRÃO TER!

ALTICE ACS – PLANOS DE SAÚDE DEBAIXO DE “FOGO” INIMIGO

O ROLO COMPRESSOR DA GANÂNCIA DOS DONOS DA ALTICE É INSACIÁVEL, MAS IRÁ ENFRENTAR A FORTE RESISTÊNCIA DOS BENEFICIARIOS TITULARES E FAMILIARES INSCRITOS

 

abre aqui o comunicado em PDF: Comunicado Frente Sindical – 18-03-2022

Realizou-se no passado dia 16/03, uma nova reunião convocada pela empresa para continuar a “discutir” a situação financeira dos Planos de Saúde da Altice que na opinião dos “donos” e dos seus assalariados na MEO e na ACS precisa de sofrer “amputações múltiplas” a partir de 1 de Janeiro de 2023, a fim de reduzir custos atuais e futuros (responsabilidades futuras com Cuidados de Saúde dos não activos no Plano Clássico) para encher mais os cofres dos accionistas.

INACEITÁVEL.

A reunião foi para apresentar o “saque” que pretendem fazer aos Planos de Saúde Corporativos Tipo I e Tipo II, mas com a “faca mais afiada” no Tipo II, nomeadamente:

  • Introdução de franquia em ambulatório (não existe);
  • Introdução de Plafonds, em linha com o Plano Clássico, nas cirurgias, ambulatório, estomatologia, etc; (não existe)
  • Alteração do regime de quotas para titulares e familiares. Pretendem a introdução de quotas com valor fixo em função da idade independentemente do rendimento.

Deixaria de existir a componente de Solidariedade do Plano, pois propuseram que se acabe com a essência dos Planos de Saúde da empresa e o conceito de quem mais ganha mais paga (percentagem sobre o vencimento base, atualmente 1% e familiares em 3 escalões em função da idade e do vencimento do trabalhador em múltiplos do SMN) e quanto mais doente o beneficiário for mais cuidados de saúde o Plano lhe terá que disponibilizar.

Este ataque vem fundado em argumentos falaciosos e balofos (tipo armas de destruição maciça no Iraque, armas que todos argumentavam, mas que nunca apareceram) e só tem o objectivo de aumentar de forma exponencial o valor da empresa numa futura venda ou melhorar o quadro financeiro numa renegociação da dívida da Altice (dívida monstruosa que passa dos 50.000 milhões de euros se considerarmos a Altice USA), mesmo que para isso destrua a vida de muitos trabalhadores e ex-trabalhadores desta casa.

Evidentemente que todos sabemos o que é a Altice e o seu ADN como Fundo Financeiro especulativo (private equity), criando a aparência de Grupo Empresarial que tem projecto industrial nas Telecomunicações e Media.

“Queremos pôr a Altice no Top 10 a nível mundial”, diziam quando chegaram, mas na verdade só compram empresas ditas “maduras” para retalhar, cortar e lucrar. O lema da Altice é: “CRIAR RIQUEZA, MAS SÓ PARA OS DONOS DA ALTICE, OS PAÍSES ONDE ESTÃO E OS TRABALHADORES QUE SE “LIXEM”.

NÃO É DEMAIS LEMBRAR ALGUMAS “PATIFARIAS DA ALTICE” NOS 6 ANOS QUE LEVA NA EMPRESA:

  • Imposição do pagamento do Subsídio de Refeição em cartão;
  • Alteração dos critérios de atribuição das ajudas de custo, prejudicando grandemente os trabalhadores (acabaram com a diferenciação positiva do subsídio de refeição em ajuda de custo, o chamado almoço deslocado);
  • Acabaram com a gratuitidade do Pacote de Comunicações para os trabalhadores;
  • Impuseram o copagamento a cargo dos beneficiários do Plano de Saúde Clássico em ambulatório no acto (estava somente nos actos até 10 euros);
  • Passaram a gestão operacional dos Planos de Saúde da ACS para uma seguradora (Fidelidade/Multicare) para mudar a essência dos Planos de Saúde negociados no tempo da PT (o Clássico com o Todo Bom em 1995) em mera mercadoria transacionável;
  • Deram uma “facada” em mais de 50% nos Apoios ao Estudo (este apoio da RSI no tempo da PT chegou a atribuir mais de 3 milhões de euros em apoios para filhos dos trabalhadores de menor rendimento e agora distribuem pouco mais de 1 milhão de euros);
  • Fez uma Transmissão de Estabelecimento “traiçoeira” de 155 trabalhadores em 2017;
  • Fez um despedimento coletivo de 203 trabalhadores, completamente injustificável, indigno e imoral em 2021;
  • Em 6 anos de gestão Altice, além da valorização dos salários mais baixos até 760 euros, deu 2 aumentos salariais em 6 anos, que representaram em média 30 euros de aumento no salário base (5 euros por ano de gestão Altice).
  • A juntar a toda esta ganância têm entrado muitas centenas de milhões para o cofre dos accionistas provenientes da venda das antenas, da rede de fibra óptica, do SIRESP, de património imobiliário e tudo o que têm podido vender que provavelmente o valor já é superior ao custo que pagaram pela da PT Portugal. GANÂNCIA ILIMITADA.

Neste quadro adverso, os Trabalhadores não podem baixar os braços e vão preparar a resistência, porque estamos em “guerra”.

AS ERCT TERÃO QUE SE PREPAR PARA A “GUERRA”

Os Sindicatos terão que organizar a resistência e preparar a defesa dos beneficiários dos Planos de Saúde sob ataque (dos activos e dos não activos, incluindo reformados, aposentados, doente, acamados e todos os familiares), através do esclarecimento, da mobilização e da denúncia pública.

A Frente Sindical alerta todos os trabalhadores, de que a “GUERRA VAI SER PROLONGADA E DURA, A LUTA SERÁ PLANO DE SAÚDE A PLANO DE SAÚDE E DIREITO A DIREITO”.

BENEFICIÁRIOS DOS PLANOS DE SAÚDE DA ALTICE, TRABALHADOR ACTIVO, PRÉ-REFORMADO, REFORMADO/APOSENTADO, FAMILIAR INSCRITO, ESTAMOS TODOS CONVOCADOS PARA ESTA LUTA.

Março 2022

SINTTAV – SNTCT – STT – FE – SINQUADROS

Comunicado SNTCT CALL Centers 1-2022

 GREVE 31 MARÇO

MANIFESTAÇÃO NACIONAL DA JUVENTUDE

CONCENTRAÇÕES ÀS 15.00H

LISBOA – CAMPO DAS CEBOLAS

PORTO – CAMPO 24 AGOSTO

Abre aqui o comunicado em PDF: SNTCT CALL CENTERS 1-2022

Contra a precariedade

  • Pela integração nos quadros permanentes das operadoras;
  • Pelo aumento dos salários;
  • Pela redução do horário de trabalho;
  • Pelo cumprimento da Lei do Teletrabalho;

 

Pré-aviso de Greve para as Empresas:

INTELCIA – MANPOWER – TALENTER – TUTELA

RANDSTAD – RH-MAIS – VERTENTE HUMANA

 

“SOMOS A VOZ DAS EMPRESAS”

A LUTA CONTINUA.

Página Web: www.sntct.pt – Email: sntct@sntct.pt – Facebook: www.facebook.com/sntct Instagram: www.instagram.com/sntct7 – Twitter: https://twitter.com/SNTCT

   SINDICALIZA-TE NO SNTCT

SNTCT – a força de continuarmos juntos!

COMUNICADO CONJUNTO ALTICE (17 Fevereiro)

A ALTICE CONTINUA COM O IMPIEDOSO ATAQUE AOS DIREITOS DOS TRABALHADORES

AGORA PREPARARAM UM BRUTAL ATAQUE SEM PRECEDENTES À ALTICE-CUIDADOS DE SAÚDE

COM O CINISMO QUE ACOMPANHA A INTENÇÃO

MAS VÃO TER A RESPOSTA NECESSÁRIA

Abre aqui o comunicado em formato PDF: Comunicado Frente Sindical – PT ACS -17-02-2022

Os Sindicatos da Frente Sindical foram convocados às 18h45 do dia 15 para uma reunião a realizar pelas 16h00 do dia 16.

O OBJECTIVO. A reunião teve como objectivo a MEO/Altice comunicar às ORT o Plano da Gestão para desferir o mais brutal e violento ataque ao que resta da antiga PT-ACS.

O CINISMO. Tal como foi feito aquando da comunicação do cruel e desumano Despedimento Colectivo, que no minuto em que começou a ser apresentado às ORT, estava a ser divulgado aos trabalhadores, agora com o ataque à Altice Cuidados de Saúde passou-se exactamente o mesmo filme.

CONFUSÃO PROPOSITADA. Na informação que a gestão enviou aos trabalhadores, esta vem afirmar que “a Altice – Cuidados de Saúde (ACS) contribui, há mais de 26 anos para a promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida dos seus beneficiários” para tentar confundir os Beneficiários. Que tamanha desfaçatez!

Esta afirmação é verdadeira até a Altice cá entrar, porque depois disso é exactamente o contrário, como foi provado nas alterações de 2016 (passagem da gestão para a Multicare e imposição do co-pagamento à cabeça nos actos médicos) e com o que agora pretendem.

E a gente pasma com o cinismo da comunicação aos trabalhadores, que entre outros aspectos, também diz mais o seguinte: “Pretende-se com esta revisão assegurar que os Planos de Saúde da Altice em Portugal continuam a ser os mais completos, generosos e abrangentes …”. Isto é cinismo refinado!

Como é possível alguém adjectivar de “mais generosa” uma proposta de alteração que se traduz no seguinte:

  1. Tentar impor brutais aumentos das contribuições aos trabalhadores, pré-reformados, suspensos, aposentados e reformados, beneficiários e seus familiares do Plano de Saúde Clássico.
  2. Tentar impor as diversas taxas, valores que iriam sofrer aumentos entre 100% a 300%, a contribuição dos trabalhadores suspensos, pré-reformados, aposentados e reformados, aumentaria para 2,1 % da prestação, pensão e complementos.
  3. Nomeadamente, mais o seguinte:

 

QUOTA SERVIÇO MÉDICO AO DOMICÍLIO (SMD)

Actual: 1€ mês; passaria para 2€.

FAMILIARES DESCENDENTES ATÉ 23 ANOS

Actual: Isentos; passariam a pagar conforme aplicação da tabela de quotas em função do rendimento familiar.

ESCALÃO 1

Actual: Estão isentos (0€); passaria para 9,50€.

INTERNAMENTO DE PSIQUIATRIA

Actual: 20%; passaria a exclusão total.

REABILITAÇÃO

Actual: 20%; passaria a exclusão total.

AMBULATÓRIO

PSICOLOGIA

Actual: 20%; passaria apenas para trabalhadores no activo

OXIGENOTERAPIA/VENTILOTERAPIA

Actual: 20%; passaria para exclusão total

TRANSPORTES

Actual: Paga 0€; passaria a pagar 100%

FRALDAS E RESGUARDOS

Actual: Pagam 30% do valor de referência; passaria a pagar 100%

AMBULATÓRIO – REVISÃO DA FRANQUIA

Actual: 21€; passaria para 40€

ESTOMATOLOGIA (PLAFOND)

Actual: ilimitado; passaria para o máximo de 1000€ ano

URGÊNCIAS

Actual: 18€; passaria para 40€

CONSULTAS CLÍNICA GERAL – REDE PRÓPRIA

Actual: 4€; passaria para 10€

CONSULTA ESPECIALIDADE – REDE PRÓPRIA

Actual: 7€; passaria para 20€

GRANDES DOENTES

– INTERNAMENTO

Actual: ilimitado; passaria para 50.000€ ano

– AMBULATÓRIO

Actual: ilimitado; passaria para 5.000€

CRIAÇÃO DE UMA LINHA DE CRÉDITO

Actual: automática e não cumulativa; passaria para a pedido e cumulativa.

 

Vem a Altice justificar os aumentos, porque tem aumentado a esperança de vida e os encargos com o Plano, mas o objectivo é sacar aos beneficiários para entregar aos accionistas algo do pouco que aqueles recebem. Isto é capitalismo do mais desumano possível, é anti-Robim dos Bosques, “tirar aos pobres para dar aos ricos”.

A Altice faz “tábua rasa” do Dec. Lei da fusão 122/94, o qual determina que todos os trabalhadores que estavam nas empresas que deram lugar à Portugal Telecom, têm direito a um plano de saúde vitalício.

Naturalmente que num plano blindado, de onde só saem beneficiários, uns porque deixam de ter direito ao plano, outros porque perecem, querer transferir a responsabilidade dos custos adicionais para os beneficiários, valores que estes não terão condições económicas para os suportar, é do mais desumano possível, situação esta que em termos de desrespeito por quem trabalha ou trabalhou na empresa, sópode ser comparável à do Despedimento Colectivo.

Pretende a Altice os contributos dos Sindicatos e ter as alterações feitas até ao final de Maio, para implementar estas no início do próximo ano (1 de Janeiro de 2023), mas não vai ser com o nosso acordo, “tirem o cavalinho da chuva”.

No protocolo anexo ao acordado na revisão do Plano de 2014, está consagrado que as alterações ao Plano “serão objecto de negociação e só poderão ser efectivadas, se no conjunto das ERCT subscritoras deste Protocolo obtiverem o acordo de uma maioria de ERCT que represente a maioria dos beneficiários titulares”.

Então é esta a Altice-Cuidados de Saúde “generosa” que querem oferecer?

A Frente Sindical alerta todos os Beneficiários do Plano Clássico, de que vai ser necessário carregar baterias para o que iremos ter pela frente.

COMEÇAR A PREPARAR A LUTA DESDE JÁ.

TRABALHADOR DA ALTICE PORTUGAL:

VAMOS PREPARAR A MOBILIZAÇÃO.

SE TIVERES POSSIBILIDADES, TRANSMITE ESTA INFORMAÇÃO A QUEM NÃO

ESTÁ NO ACTIVO.

A LUTA É DE TODOS.

17 de Fevereiro de 2022

SINTTAV – SNTCT – STT – FE – SINQUADROS

 

1 2 3 4 27