COMUNICADO SNTCT CORREIOS 3-2021

SNTCT VAI APRESENTAR UMA PROPOSTA DE AUMENTO INTERCALAR PARA TODOS OS TRABALHADORES DOS CTT

Abre aqui o comunicado em PDF» » » 2021_3 CTT CORREIOS

Proposta de aumento intercalar CTT para 2021 (com efeitos a 1 agosto 2021)

  Remunerações até €1.080,61                                  –     € 7,00

  Remunerações de €1.080,92 até €1.451,51             –     € 6,50

  Remunerações de €1.451,52 até €2.853,17             –     € 6,00

 

Esta proposta é resultado do conhecimento que tivemos após o fim das negociações.

  • As contas de 2020                                                             –       Lucro de 16,7 milhões de euros
  • A distribuição de dividendos a accionistas                        –       12,75 Milhões de euros
  • A injecção capital no Banco CTT Janeiro 2021        –       10 Milhões de euros
  • O resultado do 1º trimestre de 2021                            –       Mais 8,7 Milhões de euros
  • Recompraram acções próprias para atribuir aos administradores executivos e quadros dirigentes                                                                         –     Até 8,25 Milhões de euros
  • Compraram empresas para diversificar o portefólio  –   Mais 7 milhões de euros
  • Os CTT diziam que para aumentos salariais só havia  –        Cerca de 1,63 Milhões de euros

Por isso:

  • FALTA DE DINHEIRO NÃO HÁ! O que há é uma tentativa de manter baixos salários e de acabar com a negociação salarial. Esta estratégia é comum à maioria das empresas privadas.
  • Não é com prémios, vouchers e bolos que se enganam os “tolos”, porque os trabalhadores sabem que para os Administradores e directores vão ser “recompensados” com a atribuição de milhares euros em acções.
  • Este processo foi e continua a ser uma vergonha e uma provocação que TEM QUE OBRIGATORIAMENTE TER UMA RESPOSTA POR PARTE DOS TRABALHADORES.

 

Agora que acabaram as negociações, que foi assinado o acordo e que em Junho vão ser pagos os aumentos com retroactivos a Janeiro, é preciso fazer um balanço do processo negocial.

O SNTCT considera claramente que os aumentos salariais negociados são insuficientes e que os CTT podiam e deviam ter ido muito mais longe. Do mesmo modo insistimos desde o inicio que era fundamental alterar as tabelas (anexos III e IV do AE/CTT) tendo em atenção que o aumento salário mínimo tinha obrigatoriamente que ser acompanhado por aumentos nas posições de referência seguintes para evitar que as diferenças fossem cada vez menores. Os CTT estiveram irredutíveis nestas matérias e como é preciso que as duas partes estejam de acordo, o máximo que se conseguiu foi que os CTT aceitassem negociar as tabelas no início de 2022, assim como trabalhar para alterar os critérios e valores do abono para falhas. Para além disso foi negociada admissão até ao final do ano de 130 trabalhadores para o quadro dos CTT.

Foi pouco? – Foi! Mas foi o máximo que conseguimos.

Havia matérias que o SNTCT considerava fundamentais:

  • Aumentos salariais refletidos nas tabelas salariais;
  • Aumentos para todos os trabalhadores (até à posição 8 do nível VII do anexo IV do AE;
  • Continuação da admissão de trabalhadores para o quadro da empresa.

Para além de:

  • Aumentos justos;
  • Reformulação de toda a matéria de promoções e progressão Salarial.

 

FOI UMA NEGOCIAÇÃO DIFÍCIL POR CAUSA DA INTRANSIGÊNCIA DOS CTT.

 

 

DE INÍCIO HAVIA POUCOCHINHO DINHEIRO, DEPOIS APARECERAM MAIS UNS TOSTÕES, MAS SEMPRE LONGE DE ATINGIR O QUE OS TRABALHADORES MERECEM.

 

 

FIZEMOS COM QUE OS CTT FOSSEM AUMENTANDO A SUA PROPOSTA E NO FINAL DEU ACORDO AOS AUMENTOS SALARIAIS, COM A PRESPECTIVA DE CONTINUAR A REIVINDICAR NOVOS AUMENTOS AINDA ESTE ANO.

 

Como atrás já dissemos, algumas coisas foram conseguidas e outras não, mas se é verdade que os nossos associados e os trabalhadores em geral manifestaram pouca apetência para lutar para alcançar maiores aumentos, também é verdade que a maioria considera que a posição dos CTT é profundamente injusta e que à luz de novos dados financeiros, estarão dispostos a lutar para tentar alcançar mais e melhores salários ainda este ano.

Em resumo, mesmo não estando completamente de acordo, TODOS os Sindicatos assinaram a revisão salarial. Se neste processo alguém se sente órfão, somente se pode queixar de si mesmo.

 

 

SNTCT VAI CONTINUAR A ESCLARECER E MOBILIZAR OS TRABALHADORES PARA MELHORAR OS SALÁRIOS, AS CONDIÇÕES DE TRABALHO E DEFENDER A QUALIDADE DO SERVIÇO UNIVERSAL

 

Iremos igualmente continuar a apoiar os trabalhadores a nível local ou regional nas acções de luta pela ocupação dos postos de trabalho com trabalhadores efectivos e substituição dos trabalhadores em férias.

O SNTCT vai mobilizar os trabalhadores da distribuição para se oporem à implementação do chamado projecto (em)trevo, porque ele contribui para uma maior sobrecarga de trabalho e aumento da exploração. O horário de trabalho é de 7h48 e ninguém pode nem deve aceitar trabalhar mais. O que os CTT querem é que cada trabalhador faça o trabalho de 2 ou 3, para além de piorar/atrasar a distribuição do correio, prejudicando desta forma os utentes.  

_____________________________________________________________

 

REVERSÃO DA PRIVATIZAÇÃO DOS CTT

 

O SNTCT tem efectuado ao longo dos últimos anos variadas acções junto das populações, dos órgãos de pode regional, dos órgãos de poder nacional e das comissões de utentes. Foram feitas dezenas de reuniões, de audições, acções de rua e, foram efectuadas várias greves.

Reunimos com grupos parlamentares, com o regulador (ANACOM) e com o Ministro das Infraestruturas.

O SNTCT defende claramente a renacionalização dos CTT porque é a única maneira de garantir a qualidade do serviço e a manutenção dos postos de trabalho. Esta opção será ainda possível se houver por parte do Governo uma actitude coerente e defesa dos interesses do Estado Português, por isso iremos continuar a efectuar as mais variadas acções até que seja conseguido o nosso objectivo – RENACIONALIZAÇÃO DOS CTT.

Também nesta matéria a luta vai continuar!

 

www.sntct.ptwww.facebook.com/sntct

 

sntct – a força de continuarmos juntos!

 

CTT COMUNICADO CONJUNTO SINDICATOS 5 MAIO 2021

NEGOCIAÇÕES PARA A REVISÃO DA MATÉRIA SALARIAL DOS CTT

 

Abre aqui o comunicado em PDF » » » CTT Comunicado conjunto sindicatos 5 Maio 2021

 

Após 9 reuniões de negociações, realizou-se hoje dia 5 de Maio, a última reunião, na qual os CTT apresentaram a proposta final:

  • Remunerações até €1.069,96            –           €10,65          Efeitos a 1/1/2021
  • Remunerações de €1.069,97 até €1.441,41 –  €10,10          Efeitos a 1/1/2021
  • Remunerações de €1.441,42 até €2.843,67 –   € 9,50          Efeitos a 1/1/2021
  •  Admissão para o quadro até ao final do ano de 2021:

– De 100 trabalhadores para a categoria profissional de CRT.

– De 30 trabalhadores para a categoria profissional de TNG.

  • Actualização dos anexos III e IV tendo em conta o valor do SMN e dos aumentos acordados este ano.

  • P1 do 2º nível de qualificação e P0 do 3º nível de qualificação passam para 670€.
  • Encetar com as associações sindicais, a partir de janeiro de 2022, a discussão sobre o atual modelo de progressão salarial garantida, previsto na cláusula 68.ª do AE e no Anexo IV (quadro 1)
  • A partir de janeiro de 2022, serão estabelecidas conversações com as associações sindicais com vista a encontrar-se uma plataforma de entendimento em matéria de abono para falhas.

OS TRABALHADORES QUERIAM E MERECIAM MAIS

OS CTT TÊM CAPACIDADE FINANCEIRA PARA TEREM IDO MAIS LONGE, MAS FALTOU VONTADE POLÍTICA E SOBROU A SUBJUGAÇÃO AOS INTERESSES DOS ACCIONISTAS.

Dadas as circunstâncias estes Sindicatos decidiram DAR ACORDO, mas com o firme propósito de em 2022, com os trabalhadores, obrigarem à reposição dos salários justos que lhes são devidos dada a sua elevada qualificação, empenho e brio profissionais.

FAZÊMO-LO COM A FIRME DETERMINAÇÃO DE, ATÉ AO FINAL DESTE ANO, NOS EMPENHARMOS NA CRIAÇÃO DAS CONDIÇÕES QUE TÊM DE, NECESSARIAMENTE, LEVAR A QUE 2022 SEJA UM ANO DE EFECTIVA MUDANÇA DE PARADIGMA NOS CTT; OS ACCIONISTAS E OS GESTORES DOS CTT TÊM DE PERCEBER QUE OS TRABALHADORES SÃO O ACTIVO MAIS IMPORTANTE E INALIENÁVEL DA EMPRESA.

Lisboa, 5 de Maio de 2021

5 DE MAIO – 47 ANOS DE SNTCT

1974 – 5 de Maio – 2021

47 Anos de SNTCT

O SNTCT completa hoje 47 anos de existência, de coerência, de fraternidade, de solidariedade,… mas também 47 de luta sempre em prol dos direitos, liberdades e garantias dos seus Associados e das suas Associadas e de todos os Trabalhadores e Trabalhadoras portugueses.
Ao longo destes 47 anos, gerações e gerações de dirigentes, delegados(as), activistas e associados(as) deste nosso Sindicato, o SNTCT, “O Sindicato”,  têm vindo a honrar os princípios fundadores decididos naquele dia 5 de Maio.
Temos honrado dessa forma a decisão tomada por aqueles mais de 10.000 Homens e Mulheres que, oriundos de todos os pontos do País, encheram naquele dia por completo o Pavilhão dos Desportos de Lisboa (hoje Pavilhão Carlos Lopes).
Homens e Mulheres que naquele dia conseguiam realizar o que há muito ambicionavam e pelo que muito tinham lutado: terem o Sindicato que o regime fascista lhes negara desde sempre até à Revolução de 25 de Abril de 1974 – Um Sindicato vertical onde coubessem todos os trabalhadores dos Correios e Telecomunicações.
Nasceu assim o SNTCT.
Hoje, 47 anos volvidos, numa realidade diferente, num País diferente mas em que os problemas dos trabalhadores e os ataques de que são vítimas são os mesmos, a luta continua, o SNTCT continua o seu caminho.
Como tem sido demonstrado de toda a sua existência, principalmente ao longo do último ano, não existiram, existem ou existirão pandemias, ataques de gestores de empresa, ataques aos direitos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras perpetrados pelo poder político – passado e actual – que nos parem e/ou nos demovam de seguirmos o nosso caminho sempre em defesa dos legítimos direitos e aspirações dos que representamos.
Caminho sempre trilhado seguindo os princípios de unidade e solidariedade, tendo sempre em vista a manutenção, conquista e a defesa de direitos dos(as) Associados(as) do SNTCT em particular e, repetimos, dos Trabalhadores e das Trabalhadoras portugueses em geral. Caminho que nunca foi, não é jamais será fácil de trilhar.
Mas, citando o poema de Jorge Palma intitulado “A gente vai continuar” e saudando todos(as) os(as) 40329 homens e mulheres que ao longo destes 47 anos deram corpo ao mais antigo e consequente projecto sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos correios, telecomunicações e actividades afins, sempre diremos;
“Enquanto houver estrada pra andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada pra andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar”.
A máscara que segue junto, mais que para ser usada como protecção contra a infecção pelo vírus Covid 19, pretendemos que lembre a cada um(a) de nós quando a usar que, “contra ventos e marés” o SNTCT, o Sindicato, é, foi e será sempre a melhor protecção dos Trabalhadores e das Trabalhadoras dos Correios, Telecomunicações e Actividades Afins e dos seus direitos e bem-estar social e laboral.
Viva luta dos(as) Trabalhadores(as)!
Viva o SNTCT!
SNTCT – A força de continuarmos juntos!

1º DE MAIO CGTP-IN

1° MAIO 2021

Lutar pelos direitos, combater a exploração!

O SNTCT
INTEGRARÁ TODAS AS INICIATIVAS
DO 1° DE MAIO CGTP-IN
Participa!
LISBOA – 15 HORAS
Concentração nos Anjos e Campo Pequeno com manifestação para a Alameda.
PORTO – 15 HORAS
Concentração Av. Dos Aliados
COIMBRA – 14:30 HORAS
Concentração na Praça da República
consulta a lista abaixo para veres onde podes integrar o 1° de Maio CGTP- IN nos restantes Distritos.

AÇORES

Angra do Heroísmo » 10h00 » Concentração na Casa Sindical (R Cândido Forjaz, nº 17)

Horta » 15h00 » Concentração no Largo do Infante

AVEIRO

15H00 » Concentração no Largo da Estação

BEJA

10H30 »  Concentração Junto à Casa da Cultura

BRAGA

Guimarães » 15H00 » Largo do Toural

BRAGANÇA

14h00 » Concentração Praça Cavaleiro Ferreira

CASTELO BRANCO

Castelo Branco » 10h30 » Cordão Humano início na Avenida 1º de Maio

Covilhã » 15h00 » Cordão Humano início no Campo das Festas

Tortosendo » 10h30 » Cordão Humano c/ início na Associação de Reformados para a Praça da Liberdade

COIMBRA

Coimbra » 14h30 » Concentração na Praça da República

Figueira da Foz » 11h00 » Concentração na Praça José Ledesma Criado

ÉVORA

15h00 » Concentração teatro Garcia Resende

FARO

15h00 » Concentração » Largo Mercado Faro

GUARDA

Guarda » 11h00 » Concentração na Alameda de St. André

Seia » 15h00 » Concentração na Rotunda do Tear

LEIRIA

15h30 » Concentração no Estacionamento do Jardim Almuinha Grande

LISBOA

15h00 » Concentrações »  Anjos e Campo Pequeno que convergem em Manifestação até Alameda Afonso Henriques

MADEIRA

Funchal » 10h00 » Concentração junto à Assembleia Legislativa da Madeira

PORTALEGRE

10h30 » Concentração no Centro Comercial Fontedeira

PORTO

15h00 » Concentração na Avenida dos Aliados

SANTARÉM

15h00 » Concentração junto à Segurança Social

SETÚBAL

Setúbal » 15h00 » Praça do Brasil

Sines » 10h00 » Cordão Humano no Jardim das Descobertas

VIANA DO CASTELO

10h00 » Concentração no Largo da Estação

VILA REAL

15h00 » Concentração na Praça do Município

VISEU

14h30 » Concentração Santa Catarina

20 DE ABRIL – SNTCT JUNTO SEDE CTT E RESIDÊNCIA OFICIAL DO PRIMEIRO MINISTRO

AMANHÃ DIA 20 DE ABRIL DE 2021

DIRIGENTES SINDICAIS DO SNTCT  VÃO ESTAR JUNTO AO EDIFÍCIO SEDE DOS CTT E À RESIDÊNCIA OFICIAL DO 1º MINISTRO.

– ENTRE AS 10H00 E AS 12H00, JUNTO À ADMINISTRAÇÃO DOS CTT, À QUAL  FARÃO A ENTREGA DE UM BILHETE POSTAL GIGANTE (EM ANEXO) E, TAMBÉM DE UM PORCO;

– ENTRE AS 15H00 E AS 17H00 JUNTO À RESIDÊNCIA OFICIAL DO PRIMEIRO MINISTRO AO QUAL IRÃO ENTREGAR UM BILHETE POSTAL GIGANTE (EM ANEXO).

 

SNTCT – A FORÇA DE CONTINUARMOS JUNTOS!

 

CTT COMUNICADO CONJUNTO 14 ABRIL 2021

NEGOCIAÇÕES PARA A REVISÃO DA MATÉRIA SALARIAL DOS CTT PARA O ANO DE 2021 – 7ª SESSÃO NEGOCIAL

CTT PROPUSERAM 9€ DE AUMENTO PARA SALÁRIOS ATÉ 1.637,55€ (EXCEPTO PARA OS QUE JÁ FORAM ABRANGIDOS PELO AUMENTO DO SMN)

PARA UNS HÁ MILHÕES, PARA OS TRABALHADORES SÓ HÁ MIGALHAS!

Abre aqui o comunicado em PDF 》》》1618523723546_Comunicado sindicatos CTT_Rrevisão salarIal CTT reunião 14 ABRIL 2021

Realizou-se dia 14 de Abril a sétima reunião de negociações. Os CTT apresentaram uma proposta de 9€ de aumento apenas para uma parte dos trabalhadores. Aceitam actualizar as tabelas mas apenas para incluir o SMN. Não aceitam negociar diuturnidades e subsídios. Os Sindicatos contestaram esta proposta dos CTT e posteriormente reformularam a sua proposta:

  • Aumento de 25€ – para todos os trabalhadores (excluindo os que já foram abrangidos pelo aumento do SMN).
  • Sub. Refeição – 9,18€;
  • Admissão no decurso do ano de 2021, nos quadros permanentes dos CTT- Sociedade Aberta, de um total de 170 trabalhadores, nos seguintes termos:
  • 120 Para a categoria profissional de CRT;
  • 50 Para a categoria profissional de TNG.
  • Actualização dos anexos (tabelas com a matéria salarial) tendo em conta as várias actualizações do SMN.
  • Analisar até ao final do ano de 2021 as actuais tabelas anexas ao AE tendo em atenção as discrepâncias geradas pelo aumento do SMN e a necessidade de: 1-recolocar trabalhadores que se encontram posicionados entre posições de referência; 2- reequilibrar as progressões entre Posições de Referência de modo a regularizar o leque salarial. Esta matéria que terá custos acrescidos será, após acordo, implementada faseadamente no tempo e tempo.
  • Criação de um grupo de trabalho para analisar e propor alterações ao abono para falhas.

A próxima reunião efectuar-se-á no dia 28 Abril.

OS TRABALHADORES QUEREM AUMENTOS SALARIAIS JUSTOS E QUE REFLITAM OS GANHOS DE PRODUTIVIDADE E PARA ALCANÇAR ISSO ESTÃO DISPOSTOS A EFECTUAR AS ACÇÕES NECESSÁRIAS.

Lisboa, 14 de Abril de 2021

COMUNICADO CONJUNTO CTT – 1 ABRIL

CTT

NEGOCIAÇÕES

PARA A REVISÃO DA MATÉRIA SALARIAL DOS CTT

PARA O ANO DE 2021

 

6ª SESSÃO NEGOCIAL

Abre aqui o comunicado em PDF: Comunicado sindicatos CTT_Rrevisão salarIal CTT_6 reunião

CTT PROPÕEM 8€ DE AUMENTO PARA SALÁRIOS ATÉ 1.637,55€ (EXCEPTO PARA OS JÁ FORAM ABRANGIDOS PELO AUMENTO DO SMN)

 

16,7 MILHÕES DE EUROS DE LUCRO EM 2020

 

12,75 MILHÕES VÃO SER DISTRIBUÍDOS PELOS ACCIONISTAS

 

A PARTIR DE HOJE VÃO AUMENTAR AS TARIFAS POSTAIS

 

MAS PARA OS TRABALHADORES SÓ HÁ MIGALHAS!

 

Realizou-se dia 31 de Março a sexta reunião de negociações. Os CTT apresentaram uma proposta de 8€ de aumento apenas para uma parte dos trabalhadores.

 

Aceitam actualizar as tabelas mas apenas para incluir o SMN. Não aceitam negociar diuturnidades e subsídios.

 

Os Sindicatos contestaram esta proposta dos CTT e posteriormente reformularam a sua proposta:

 

– Aumento de 30€ – para todos os trabalhadores (excluindo os que já foram abrangidos pelo aumento do SMN).

– Diuturnidades – 31,10€;

– Sub. Refeição – 9,18€;

– Compensação de horário descontínuo – 1,50€;

– Sub. Condução – 2,17€;

– Admissão no decurso do ano de 2021, nos quadros permanentes dos CTT Sociedade Aberta, de um total de 170 trabalhadores, nos seguintes termos:

– 120 Para a categoria profissional de CRT;

– 50 Para a categoria profissional de TNG.

– Actualização dos anexos (tabelas com a matéria salarial) tendo em conta as várias actualizações do SMN.

– Analisar até ao final do ano de 2021 as actuais tabelas anexas ao AE tendo em atenção as discrepâncias geradas pelo aumento do SMN e a necessidade de:

  • recolocar trabalhadores que se encontram posicionados entre posições de referência;
  • reequilibrar as progressões entre Posições de Referência de modo a regularizar o leque salarial. Esta matéria que terá custos acrescidos será, após acordo, implementada faseadamente no tempo e tempo.

– Criação de um grupo de trabalho para analisar e propor alterações ao abono para falhas.

 

A próxima reunião efectuar-se-á no dia 14 Abril.

 

OS TRABALHADORES QUEREM AUMENTOS SALARIAIS JUSTOS E QUE REFLITAM OS GANHOS DE PRODUTIVIDADE!

 

OS TRABALHADORES ESTÃO PREPARADOS PARA EFECTUAR AS ACÇÕES NECESSÁRIAS PARA ALCANÇAR AS SUAS REIVINDICAÇÕES!

 

Lisboa, 1 de Abril de 2021

 

 

COMUNICADO CONJUNTO CTT – 22 MARÇO 2021

NEGOCIAÇÕES PARA A REVISÃO DA MATÉRIA SALARIAL DOS CTT PARA O ANO DE 2021

CTT PROPÕEM 0,6 % DE AUMENTO, OU SEJA, EM MÉDIA, 0,18€ POR DIA!

16,7 MILHÕES DE EUROS DE LUCRO,

12,75 MILHÕES VÃO SER DISTRIBUÍDOS PELOS ACCIONISTAS

O MÊS PASSADO OS CTT JÁ TINHAM INJECTADO 10 MILHÕES DE EUROS NO BANCO

E AGORA AINDA QUEREM AUMENTAR AS TARIFAS

PARA OS ACCIONISTAS E PARA O BANCO HÁ MILHÕES,

MAS PARA OS TRABALHADORES SÓ HÁ MIGALHAS!

 

Abre aqui o comunicado em PDF » » » Comunicado sindicatos CTT_Rrevisão salarIal CTT_ 5 reunião

Realizou-se dia 16 de Março a quinta reunião de negociações. Os CTT apresentaram uma proposta de 0,6% de aumento, afirmando que “esta proposta era muito próxima do limite da sua posição negocial (se for verdade é preciso ter lata e não ter vergonha na cara), uma vez que para os accionistas e para o Banco há rios de dinheiro, mesmo em tempo de pandemia.

Face a esta posição dos CTT, os Sindicatos alteraram a sua proposta:

  • Aumento de 80,37€ para todos os trabalhadores e actualização das tabelas salariais;
  • Manutenção da proposta anterior no que diz respeito a diuturnidades e alguns subsídios,

Vamos ver o que acontece na próxima reunião, que se realiza no dia 31 Março, uma vez que pode estar a ser preparada uma jogada menos séria por parte dos CTT.

OS TRABALHADORES ESTÃO PREPARADOS PARA LUTAR PELA MELHORIA DO SEU SALÁRIO

Lisboa, 22 de Março de 2021

SOBRE O TELEPONTO NOS CTT…

SOBRE O TELEPONTO NOS CTT

 

Resolveu a gestão dos CTT implementar o sistema de teleponto para todos os trabalhadores da Empresa.

Com base naquilo que veio a público pedimos à gestão da Empresa que nos fornecesse a Ordem de Serviço. Da parte da gestão da Empresa as explicações sobre esta matéria vieram no dia 16, quando, após sessão negocial, nos foi apresentado o sistema que a gestão considera, tão só e apenas, como a passagem de procedimentos em uso para uma plataforma informática.

Quando a Ordem de Serviço nos chegou, pedimos ao Gabinete Jurídico do SNTCT parecer sobre o conjunto de alterações bem como explicações à gestão sobre algumas delas.

Desde logo, o SNTCT desconhece o conceito de “colaborador” (nomeadamente “colaborador-estudante”). Trata-se de um conceito não tipificado na lei.

O Gabinete Jurídico do SNTCT considerou, ainda, existirem algumas irregularidades, tendo demonstrado preocupação relativamente às seguintes questões:

  1. A OS deve reproduzir o que consta do AE nestas matérias, sem proceder a qualquer alteração (nomeadamente no que diz respeito às situações de obrigatoriedade e dispensa de trabalho suplementar e também adaptabilidade).
  2. Não se compreende porque é que a competência para inserir o trabalho extraordinário prestado pertence à chefia. Se o trabalhador prestou trabalho para lá do seu tempo de trabalho é da sua responsabilidade inserir as horas de trabalho efetivamente prestadas. A chefia pode não validar a classificação como “trabalho suplementar” mas esse registo deve ser sempre efetuado (até para controlo da ACT e prevenção de fraudes).

Outra questão que o Gabinete Jurídico considera abusiva e que, como é lógico, repudiamos: a gestão da Empresa não pode retirar o salário de um trabalhador o valor de substituição do cartão por extravio do mesmo.

Ainda assim, para que não fiquem quaisquer dúvidas, o SNTCT vai pedir à ACT que se pronuncie sobre estas matérias.

Até lá, perante o conjunto de legítimas interrogações dos Trabalhadores CTT que nos têm chegado de todos os pontos do País, o SNTCT afirma:

  • Ao contrário do que tem vindo a ser dito em alguns locais de trabalho, em alguns casos em tom de ameaça, nenhum Trabalhador é obrigado a aceder ao portal e/ou usá-lo quando fora do seu local de trabalho e, muito menos, a descarregar o sistema para o seu computador ou smartphone pessoais;
  • A formação para utilização do sistema deve ter lugar dentro do período normal de trabalho;
  • Para os Trabalhadores que decidam usar o sistema, no seu local e horário de trabalho, deve ser disponibilizado um terminal/computador ligado à rede para esse efeito. Claro que, se a gestão pretende que se enviem cópias de documentos por via informática, o equipamento deverá estar provido de scâner e, eventualmente, com a possibilidade em impressão de comprovativos de envio;
  • Quanto à compra forçada de cartões pelos trabalhadores, através de desconto de 5,00€ no salário dos mesmos, a não ser que a gestão se proponha pedir autorização para o fazer, caso a caso, nos tribunais. O cartão de identificação/registo de presença foi, é e terá que continuar a ser gratuito.

Assim, até que outros problemas surjam e nos cheguem, é esta a nossa posição sobre esta questão.

Contudo, se juntarmos o “preciosismo” do registo e justificação de um mísero minuto de atraso (e respectivo desconto quando a soma dos mesmos perfizer um dia de trabalho)… ao não assumir pelo sistema do tempo trabalhado a mais no dia a dia (o sistema assume o horário de saída e não o horário a que o trabalhador efectivamente sai) tal só prova aquilo que sempre temos afirmado e que deve ser liminarmente observado por cada Trabalhador;

É IMPERATIVO QUE TODOS CUMPRAM “RELIGIOSAMENTE” O SEU HORÁRIO DE TRABALHO SEJA QUAL FOR A SUA FUNÇÃO OU LOCAL DE TRABALHO.

É também imperativo que, fundamentalmente na distribuição, com a sobrecarga de serviço provocada pela redução de giros em concomitância com a recusa de pagamento de trabalho extraordinário e ameaças e perseguições (mudanças de giro absurdas e outras…) a trabalhadores por trazerem correio de volta, sejam denunciadas quer á gestão central da Empresa (que assim não pode alegar que não sabe), quer ao SNTCT quer ainda à ACT.

Logo que tenhamos algo mais a acrescentar daremos nota.

A Direcção Nacional do SNTCT

SNTCT – A força de continuarmos juntos!

COMUNICADO CONJUNTO CTT – 4 MARÇO

COMUNICADO CONJUNTO CTT 4 MARÇO

NEGOCIAÇÕES PARA A REVISÃO DA MATÉRIA SALARIAL DOS CTT PARA O ANO DE 2021

Ver aqui comunicado em PDF 》》》 1615288064880_Comunicado sindicatos CTT_Trevisão salarai CTT_ 4 reunião

CTT PROPÕEM AUMENTOS DE 0,5%, OU SEJA 0,16€ POR DIA!

Realizou-se dia 3 de Março a quarta reunião de negociações. Os CTT não manifestaram disponibilidade para alterar a sua última proposta (0,5% de aumento).

Face a esta posição dos CTT, os Sindicatos não fizeram novas propostas.

Há ainda dois outros assuntos que os CTT não aceitaram e que os Sindicatos consideram fundamentais para que possa haver um acordo: a actualização dos anexos III e IV do AE/CTT que contêm os limites salariais mínimos e máximos e as posições de referência que servem para a admissão e progressão dos trabalhadoresE ainda que os CTT apresentem contrapropostas para as diuturnidades e outros subsídios.

Neste processo negocial a postura dos CTT tem sido bastante ambígua, no início tinham pressa em negociar e agora as reuniões passaram a ser de 15 em 15 dias. Apresentaram uma proposta de 0,33% de aumento e passadas 4 reuniões acrescentaram mais 0,17%, tentando justificar com a “incerteza” sobre as contas da empresa, mas afinal isto só se aplica aos aumentos dos trabalhadores porque ainda no mês passado injectaram mais 10 milhões de euros no banco CTT e a imprensa divulgou que os CTT estariam interessados em comprar o EuroBIC.

OS TRABALHADORES TÊM SALÁRIOS BAIXOS, POR ISSO EXIGEM AUMENTOS SALARIAIS JUSTOS E QUE REPONHAM O PODER DE COMPRA PERDIDO.

A próxima reunião de negociações realiza-se no dia 16 de Março.

Lisboa, 4 de Março de 2021

1 2 3 16