2006/05/12

Estação de Correios de Barrancos mantém-se!

PRESS RELEASE

ESTAÇÃO DE CORREIOS DE BARRANCOS MANTÉM-SE!

Recebeu este Sindicato a informação de na reunião hoje realizada entre o
Presidente da Câmara Municipal de Barrancos e o Presidente dos CTT –
Correios de Portugal, S.A., ficou salvaguardada a manutenção da Estação de
Correios daquela Vila nos moldes em que até aqui tem funcionado.

Fica assim solucionada uma parte do problema criado esta semana pela
gestão dos CTT que pretendeu encerrar a meio tempo quer a Estação de
Correios de Barrancos quer a de Safara (que assim ficaria com um só
funcionário a operar as duas Estações).

A actual Administração dos CTT pretendeu dessa forma, e "à socapa", dar
continuidade ao processo de encerramento de Estações de Correio (por
motivos economicistas e lesivos dos interesses das populações) e a sua
eventual substituição por Postos de Correio, processo esse iniciado
durante a Administração de Horta e Costa.

Não fosse o alerta dado pela Secção Regional de Beja do SNTCT e a pronta
movimentação dos eleitos locais e, hoje, o encerramento parcial das duas
Estações de Correio seria mais um dos factos consumados em que a actual
Administração dos CTT parece ter-se especializado.

Ainda na mesma área mantém-se por resolver o problema criado pelos CTT que
há uns tempos, apesar da contestação deste Sindicato e da Câmara Municipal
de Moura, encerraram a Estação de Correios de Santo Aleixo da Restauração
com o acordo da ANACOM, substituindo-a por um Posto de Correios explorado
por uma particular (ressalvar aqui que ao contrário do afirmado pelos CTT
os Postos não prestam todos os serviços prestados nas Estações de Correios
mas somente os serviços básicos).

De então para cá essa particular já foi substituída por outra pessoa que
entretanto largou o "negócio", tendo o Posto ficado encerrado e a
população sem acesso aos serviços básicos de correios por ele prestados.
Hoje, perante tal desrespeito por parte da Gestão dos CTT, a população de
Santo Aleixo da Restauração é obrigada a deslocar-se a Safara para poder
aceder aos serviços dos CTT.

O SNTCT pergunta-se o que pensará o Presidente dos CTT sobre a forma como
obriga as "velhinhas" de Santo Aleixo da Restauração a deslocarem-se cerca
de 9 km para poderem receber as suas pensões. Serão as mesmas a que aludiu
quando pretendeu desmobilizar a Greve Geral que se verificou nos CTT no
passado dia 28 de Abril?

Por fim, quanto à Estação de Correios de Safara, que sabemos ainda não
está "livre de perigo" e manter-nos-emos atentos e colaboraremos com os
eleitos locais – Câmara Municipal de Moura e Junta de Freguesia – na sua
defesa.

Quanto à Estação de Correios de Barrancos está "salva"! O SNTCT
congratula-se com isso e saúda a firmeza do Povo Barranquenho e da sua
Câmara Municipal na defesa da mesma.

Lisboa, 12 de Maio de 2006

*********************************************************************
Secretariado Nacional

SNTCT – SINDICATO NACIONAL DOS TRABALHADORES
DOS CORREIOS E TELECOMUNICAÇÕES
Alameda D. Afonso Henriques, 41-r/c
1000-123 LISBOA – PORTUGAL
Tf:218428900 – Fax:218476828 – sntct@sntct.pt
*********************************************************************

2006/06/02

Ilda Figueiredo, Deputada do PCP ao Parlamento Europeu, visitou o CTCL (Central de Correios de Cabo Ruivo – Lisboa)
A Deputada ao Parlamento Europeu, Dr.ª Ilda Figueiredo visitou a Central de Correios de Cabo Ruivo – Lisboa onde, em reunião com os representantes dos trabalhadores, procurou inteirar-se da situação da Empresa e da prestação do serviço público de correios.
A Deputada aproveitou ainda para dar conta das actividade e posições do PCP e do Grupo da Esquerda Unitária do Parlamento Europeu sobre variadas questões tais como a liberalização dos serviços postais e a célebre "Directiva Bolkenstein" sobre os serviços no interior da União Europeia.

2006/06/03

8 de Junho é Dia Nacional de Luta da CGTP-IN pelo progresso da Segurança Social!


O Governo do PS apresentou propostas para uma reforma estrutural da Segurança Social para reduzir a despesa e o nível de protecção social.
Para as futuras pensões “oferece” uma tripla escolha que visa: menos pensão; aumento da idade de reforma; mais descontos.
Participa nesta acção de luta!

1 12 13 14