Comunicado SNTCT Correios 3-2018

PPPP

CRT
DEFENDER O FUTURO DA TUA EMPRESA É, TAMBÉM, RESPONSABILIDADE TUA.
Constatares os problemas e as injustiças não chega.
TENS DE AGIR!

23 Fevereiro 2018
GREVE GERAL + MANIFESTAÇÃO EM LISBOA

Abre este link para acederes à versão PDF deste comunicado »»» 2018_3 CTT CORREIOS

• Andas há meses a dobrar giros por falta de pessoal;
• Trabalhas para além do teu horário prejudicando a tua vida;
• Vais para a rua dar a cara pelo mau serviço a que te obrigam;
• Sofres ameaças na rua por não levares o serviço que até está no CDP;
• Ao sol ou à chuva dás sempre o teu melhor;
• Falta-te equipamento adequado para transportares grandes volumes;
• Nas promoções por mais que faças e te superes, só vês outros subir;
• És exemplar no trabalho mas há sempre quem te diga que não chega.
Nunca lhes chega!
E tu sempre a seres prejudicado. BASTA!

Nos últimos anos a gestão dos CTT fez desaparecer quase metade dos CDP’s, centralizando muitos e provocando com isso ainda maiores problemas no serviço, além de ter reduzido grandemente o número de Carteiros. É visível, para quem o queira ver, que faltam trabalhadores e que a sobrecarga é enorme sobre os que restam. E ainda querem ver-se livres de mais 800 trabalhadores? Só se for para fecharem as portas e acabarem definitivamente com o serviço de correios dentro dos CTT.

Na generalidade dos serviços é flagrante a “poupança” principalmente no número de trabalhadores, mas não só. Procuram assim esconder a realidade; que o que tem desequilibrado as contas dos CTT são as assessorias, contratações com chorudos ordenados e investimentos no Banco CTT.
ENTRETANTO, NOS CDP’S, NINGUÉM O PODE IGNORAR:
• Faltam trabalhadores em número suficiente para uma correcta execução do serviço. As dobras de giros são constantes, com o desgaste que tal traz para os CRT’s. Os “Giros agenciados” proliferam com tudo aquilo que de mau trazem, incluindo a redução de pessoal dos CTT , em muitos casos, uma má prestação do serviço;
• As alterações de horários, sempre para pouparem em alguns subsídios, com acréscimos desmedidos dos intervalos de descanso, são maus para o normal andamento do serviço e para a vida pessoal dos CRT’s;
• As pressões, de toda a espécie, sobre os trabalhadores da Distribuição raia o assédio moral. Nunca chega mesmo que se cumpram os objectivos. O crescimento do número de casos de estafa física e psicológica bem como de acidentes de trabalho tem vindo a ser uma constante;
• A falta de respeito para com os cidadãos no tocante ao atraso verificado na distribuição das correspondências fez aumentar o número de ameaças de agressão física fundamentalmente nas zonas de maior problemática social;
• A enormidade de valores transportados pelos CRT’s, por exemplo para pagamento de vales ao domicílio (muitas da vezes em resultado do encerramento de estações de Correio na proximidade das populações), faz perigar também a segurança dos CRT’s;
Estas são apenas algumas das situações que nos são relatadas todos os dias. Mas muitas mais existem e tu, que trabalhas na Distribuição sabes bem quais são. Nada do que te acontece é inocente. Faz tudo parte da descapitalização da empresa até na sua imagem junto das populações, faz tudo parte da destruição dos CTT Correios para que possam ficar com a marca CTT a servir de escudo ao Banco.
Os CTT continuam a dar lucro, porque é também o teu trabalho, muitas vezes sem condições, a criar esse lucro. Mas, como deves saber, é muito mais que o lucro que vai parar ao bolso dos accionistas enquanto para ti, NADA. Isto não pode continuar.
A gestão dos CTT está descontrolada e urge pôr cobro ao desnorte antes que nada sobre da Empresa que também tu ajudaste a construir.
É POR ISSO QUE EXIGIMOS DO PODER POLÍTICO
A REVERSÃO TOTAL DA PRIVATIZAÇÃO.
É por tudo isto que, dia 23 de Fevereiro, vamos estar em Greve e nos vamos manifestar em Lisboa.
Motivos não nos faltam, verdade?
Então junta-te à luta porque juntos, somos mais fortes.
SNTCT – A força de continuarmos juntos!
www.sntct.pt – www.facebook.com/sntct