COMUNICADO SNTCT CORREIOS 5-2022

15 de Dezembro de 1997 – 15 de Dezembro de 2022

Directiva Postal Europeia 97/67/CE

25 ANOS

DE LIBERALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS POSTAIS EUROPEUS

25 ANOS DE DESTRUIÇÃO

DAS REDES POSTAIS E DOS SERVIÇOS POSTAIS PÚBLICOS

25 ANOS DE ATAQUES CONTINUADOS

 AOS SALÁRIOS, DIREITOS E GARANTIAS DOS TRABALHADORES POSTAIS EUROPEUS

Abre aquyi o comunicado em PDF » » » 2022-05 CTT CORREIOS

Foi há 25 anos que surgiu a primeira Directiva Postal Europeia, a Directiva 97/67/CE (revista em 2002 pela Segunda Directiva Postal 2002/39/EC e em 2008 pela Terceira Directiva Postal 2008/6/EC).

Neste 15 de Dezembro não temos por isso quaisquer motivos para celebrar aquele que foi o princípio do fim do Serviço Postal Público de qualidade que, como era o caso de Portugal, era o Serviço Público mais querido e respeitado pelos Cidadãos quer pela sua qualidade quer pela qualidade e empenho dos Trabalhadores que o executavam.

 

HÁ 25 ANOS ATRÁS NÃO FALTARAM PROMESSAS:

 

  • Aos Europeus prometiam mais qualidade, eficiência e maior resposta às necessidades dos utentes /clientes e preços mais baixos;
  • Aos Trabalhadores Postais Europeus prometiam-se mais e melhores empregos;

Promessas baseadas na concorrência que sucederia ao fim dos monopólios dos Estados e dos Operadores Postais Nacionais, concorrência que faria baixar os preços, traria melhores serviços e até, dizia-se, mais e melhor emprego e até melhores salários.

PROMESSAS, PORQUE A REALIDADE VERIFICADA

NESTES 25 ANOS FOI E É:

 

Para os cidadãos:

  • Destruição/Redução das Redes Postais Públicas (fecho de Estações de Correio, redução de Giros e da sua frequência,…), redução da qualidade, redução dos serviços integrados no Serviço Postal Público (designado como Serviço Postal Universal) nomeadamente nas zonas/territórios já castigados pela sua interioridade, fortes aumentos das Tarifas Postais, recurso à externalização de serviços;

 

  • Privatização dos Operadores Públicos Postais em alguns Países, como aconteceu em Portugal com a criminosa privatização dos CTT – Correios de Portugal em 2013/2014 altamente lesiva dos interesses do País e dos Portugueses.

 

Para os Trabalhadores Postais:

  • Nem mais nem melhores empregos, um forte ataque nos salários e nas condições sociais e laborais, redução do número de Trabalhadores Postais e sua substituição quer por subcontratação de serviços a terceiros quer por trabalhadores precários;

 

  • Uma forte desvalorização dos salários e das condições sociais e laborais existentes nos Operadores Postais Tradicionais.

A LIBERALIZAÇÃO NÃO TROUXE NADA DE BOM. NENHUM DOS SEUS ANUNCIADOS PRESSUPOSTOS SE VERIFICOU OU VERIFICA.

A LIBERALIZAÇÃO PREJUDICOU FORTEMENTE QUER OS CIDADÃOS EUROPEUS QUER OS TRABALHADORES POSTAIS.

 

Agora, que se anuncia a possibilidade de uma nova Directiva Postal (que a seguir as anteriores nada trará de bom), o SNTCT continua a exigir, com a mesma força de sempre, a reposição dos Serviços Postais de qualidade quer no plano Europeu quer no plano Nacional.

A mesma força, certeza e determinação com que continua a exigir a Renacionalização dos CTT pondo fim à sua criminosa Privatização e mais e melhores salários e condições sociais para os seus Trabalhadores e Trabalhadoras.

 

BASTA DE DESTRUIÇÃO DOS SERVIÇOS POSTAIS EUROPEUS.

RENACIONALIZAÇÃO URGENTE DOS CTT CORREIOS DE PORTUGAL.

A luta continua!

 

www.sntct.ptwww.facebook.com/sntctwww.instagram.com/sntct7 –  https://twitter.com/SNTCT

SNTCT – a força de continuarmos juntos!