Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações

SOBRE OS DESCONTOS INDEVIDOS NOS CTT…

ESCLARECIMENTO ONLINE 114… E TAL, MAS ESTE DO SNTCT, SOBRE O CONJUNTO DE PSEUDO VERDADES ESPARRAMADAS DE FORMA ATABALHOADA NO “CORREIOS ONLINE Nº 114”

A DRH EM NOME DA CE/CTT TENTA ESCONDER O SOL COM A PENEIRA PARA, NO MÍNIMO, FUGIR ÀS SUAS RESPONSABILIDADES
MEUS SENHORES, NOS CTT AINDA NÃO VALE TUDO.

 

Hoje os CTT emitiram um comunicado (correios online) onde tentam explicar o inexplicável e, infelizmente, confirmam a gravidade de outras.

Sem prejuízo de uma análise mais pormenorizada levar à emissão de um comunicado, interessa agora desmascarar a tentativa da/do DRH de colocar trabalhadores contra trabalhadores.

O comunicado do/da DRH começa assim:

Conforme informação ….
… “Não podemos deixar de lamentar o tipo de afirmações constantes do comunicado dos Sindicatos que revela, no mínimo, uma falta de respeito e consideração por colegas que todos os meses dão o seu melhor para que todos recebamos o nosso salário atempadamente”.

QUE FIQUE BEM CLARO QUE O SNTCT NUNCA MANIFESTOU FALTA DE RESPEITO PELOS TRABALHADORES DOS SERVIÇOS ELABORADORES!

O que se disse foi: “Alguém mandou os serviços elaboradores meter os pés pelas mãos e meter-se na actividade sindical”.

Será que esses trabalhadores acordaram nesse dia todos com a mesma ideia? E que por coincidência deram todos a mesma informação? Ou será que lhes foram dadas indicações para darem todos a mesma resposta?

Qual é a consideração que a/o DRH têm pelos trabalhadores que estão nos serviços elaboradores? Nenhuma! Senão não os deixavam dar “o corpo às balas” por aquilo que a/o DRH afirma pomposamente ser uma “falha processual”.

A Comissão Executiva dos CTT devia averiguar quem é que exorbitou as suas funções ou quem agiu com incompetência.

Também os trabalhadores não foram informados antecipadamente da dita “falha processual” nem lhes foi pedida autorização para efectuar os descontos no vencimento.

SNTCT, 8 OUT 2019

A Direcção Nacional do SNTCT

Partilhe esta notícia

Veja também...